A Standard & Poor's prevê que os preços das casas em Portugal cresçam 6,2% este ano, desacelerando face à subida de 9,3% em 2019. Ainda assim, o mercado nacional apresenta o maior incremento nos preços entre os 10 países da Europa ocidental analisados. E assim deverá manter-se até 2022...

 A Standard & Poor's prevê que os preços das casas em Portugal cresçam 6,2% este ano, desacelerando face à subida de 9,3% em 2019. Este abrandamento, estimam os analistas da agência de notação financeira, deverá prosseguir no próximo ano, com os preços a avançarem 5,3%, e em 2022, ano em que as casas deverão ficar 4,3% mais caras. De acordo com o relatório intitulado "Europe's Housing Market Inflation Is Losing Pace", o mercado imobiliário nacional deverá ser aquele onde os preços crescerão a maior ritmo este ano e nos próximos de entre os 10 países da Europa ocidental analisados. Aliás, já desde 2018 que Portugal apresenta a maior subida nos preços das casas, tendo nesse ano ultrapassado a Irlanda. As subidas nos preços nominais das casas são significativamente acima da inflação registada, que em Portugal se situou nos 0,3% no ano passado, o que torna a habitação no país ainda menos acessível.

Visite https://dicasimobiliariasportugal.blogspot.com e fique a par das últimas notícias do mercado imobiliário.